Devaneio do dia: A tecnologia faz com o trabalho intelectual hoje em dia, a mesma coisa que fez com o trabalho físico na Revolução Industrial.

26 março, 2008


tempos_modernoschaplin.jpg

No séc. XVIII, com o desenvolvimento da indústria na Europa, os trabalhadores se viam ameaçados em seus empregos por máquinas que substituíam a força de centenas de homens. O custo do trabalho braçal sofreu uma queda expressiva, os artesãos viram seus negócios virarem poeira da noite para o dia, tiveram que aposentar suas ferramentas atrasadas, formaram fila nas portas das indústrias e começou a ser montado um exército de reserva que derrubava ainda mais o preço do trabalho físico. No início, máquinas eram quebradas em protestos de trabalhadores. Naquela época, grande quantidade de riqueza começou a se concentrar na nova classe de industriais, em detrimento da mão de obra barata que era explorada em condições desumanas.

Hoje em dia, o que se vê ? O desenvolvimento das telecomunicações fez com que a informação pudesse ser reproduzida e transportada a custos irrisórios, reduzindo seu custo marginal a praticamente zero. Redes de informações e de trabalhadores voluntários criaram estruturas que compartilham trabalho e o distribuem gratuitamente, forçando a indústria a reduzir os preços de produtos como CDs, DVDs, programas de computador, serviços de informações, música e coisas do gênero. Alguns modelos de negócio tiveram que ser completamente reinventados, sob pena de extinção. Da mesma forma, a renda de produtos e serviços de informação tende a se concentrar em poucos centros de inovação e produtividade que conseguem se manter na crista da onda e aproveitar a grande escala proporcionada pela globalização.

Nesse sentido, o trabalho intelectual deve sofrer uma redução NA MÉDIA de seu valor nos próximos anos em muitas áreas. Lógico que determinadas áreas e situações de extrema qualificação e posicionamento no mercado manterão ou até mesmo multiplicarão seu valor, conforme já foi comentado.

A grande diferença entre os dois momentos é o poder econômico dos grupos mais prejudicados nos períodos. Como se vê, os proletários do séc. XVIII e XIX e os barões da indústria eletrônica do Séc. XX e XXI não são exatamente parecidos. Isso talvez explica toda a lavagem cerebral midiática que tenta a qualquer custo incutir novos e estranhos valores em nossas mentes, para que consideremos como criminosos pessoas que apertam botões no teclado de um computador para escutar novamente uma música que acabou de escutar no rádio.

O proletariado teve que se adaptar aos novos tempos …

Esse post já está muito marxista pro meu gosto. Paro por aqui.

3 Respostas to “Devaneio do dia: A tecnologia faz com o trabalho intelectual hoje em dia, a mesma coisa que fez com o trabalho físico na Revolução Industrial.”

  1. suzanacohen Says:

    Parabéns pelo post. Gosto dessas comparações atualidade/novas tecnologias/século XIX/”novas”-tecnologias-de-então.

    Abs

  2. liliam Says:

    naum achei oq queria!!!!

  3. fafa Says:

    obrigado me ajudou muito


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: