UBUNTU 10.04 – Primeiras impressões de um simples usuário

2 maio, 2010

A Canonical acaba de lançar mais uma versão de uma das mais amigáveis distribuições do Linux que conheço, o Ubuntu. Uso o Ubuntu desde 2006-2007. Acho fantástica a idéia de um sistema operacional aberto, flexível, seguro e gratuito. Aconselho totalmente quem gosta de computador a experimentar o Ubuntu para ter uma idéia do que já é possível fazer sem software proprietário.

Empolgado com a nova versão, uma LTS (Long Term Support), fui logo ao site, baixei o sistema e troquei minha versão anterior, a 9.04. Como já sou calejado em reinstalar o sistema, sei que sempre existem bugs e novos probleminhas que uma versão mais recente pode trazer, junto com suas novidades e melhorias. Rodei o sistema primeiro num pendrive, pra sentir o ambiente. Achei mais lento do que deveria ser, pelo fato de estar rodando em um pendrive, o que pode indicar que o sistema deve estar exigindo um pouco mais do hardware que a versão anterior. Mesmo assim, mandei brasa e instalei no HD. Tive os seguintes problemas (aqui só relato os problemas, não sei AINDA como resolver):

1- Ao contrário das vezes anteriores, dessa vez a instalação dava uma parada quando deixava a máquina de lado, sem uso. tive que ficar jogando ou navegando na internet para que a coisa andasse.

2- Em determinado momento, percebi que o programa de instalação ia buscar arquivos na internet sem minha autorização, o que deixou o processo mais lento. Como baixei o CD, imaginei que, como das vezes anteriores, teria ali todos os arquivos necessários. Isso foi particularmente irritante com os arquivos de idiomas. Quem tem uma conexão lenta de internet deve atentar a esse detalhe que pode atrasar bastante a conclusão da instalação. Pelo menos o programa disponibiliza um botãozinho de abortar os downloads, que pode passar despercebido aos incautos ou confundir os não iniciados com o cancelamento total da instalação depois de já formatadas as partições (opção pouco estimulante).

3- Depois de concluído o processo sem maiores problemas, o Ubuntu iniciou como uma bala. Muito rápido. Login feito, a velocidade não voltou a surpreender. O meu hardware não é nada possante (tenho bravos 640MB de RAM) mas isso tem sido suficiente pra rodar o ubuntu em suas versões anteriores com tranquilidade. Senti o sistema amarrado. A estabilidade, ao contrário do que ouvi de algumas pessoas, não deu problemas. Só reclamo da lentidão semi-paquidérmica.

4- Fui instalar programinhas básicos e tal. O Gimp não está mais lá por padrão. É fácil instalar, fui lá e fiz. O Google Earth simplesmente não instalou. O processo de instalação começava e no meio ia parando, parando, até atingir uma velocidade além da paciência humana, muito próxima da paralisia total. Passou-se mais de uma hora, e o danado do programa não terminava a instalação. Cancelei. Que eu saiba, o Google Earth demora uns 30, 40 segundos pra instalar, no máximo

5- O Skype simplesmente não funcionou. Não está mais no repositório habitual, e a versão da internet instala, mas não funciona. Diz que está corrompido e tal.

6- O botão do volume, que ficava perto do relógio, sumiu e precisa ser colocado lá manualmente, o que não é dificil, porém exige microsoftamente que se reinicie o computador (ou pelo menos o gnome) para que volte ao normal.

7- O Java não funciona direito, ou seja, páginas de banco, nem pensar. Tentei instalar como de costume e nada.

8- Mesmo após instalar os plugins multimídia habituais, não consegui ouvir som no Youtube, nem assistir vídeo no Vimeo.

Bom esse foi meu primeiro dia com o novo sistema. Essas foram as primeiras dificuldades. Creio que não sejam coisas muito difíceis de se resolver para quem é do ramo, mas o usuário mais pragmático e principiante pode certamente perder tempo com esses pormenores, coisa que certamente não deseja ou acha divertido, como eu as vezes acho. Conforme for resolvendo esses problemas, postarei as soluções.

Infelizmente, essa é uma característica do Ubuntu que vem se afirmando versão após versão. O sistema não sai redondinho do forno, como todos gostaríamos. Nenhum sistema sai, na verdade. Algumas coisas pioram. Mas eu concordo com o argumento que certas falhas básicas em um sistema recém lançado realmente são inexplicáveis e, se fossem em um sistema pago, seriam motivo de altas depreciações por parte dos iniciados. Mas é grátis, seguro, vamos colaborar pra melhorar, aprender e aproveitar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: